Dom Othon Motta
01/11/2016 17:37 em Rede Século 21

A Rede Século 21 expandiu grandemente sua área de cobertura, cobrindo praticamente todo o território nacional. Na cidade Campanha, em Minas Gerais, está presente no canal 15, analógico. E, apresentamos, com muita alegria, um pouco da história de um filho ilustre da cidade, que está em processo de canonização, o Servo de Deus Dom Othon Motta.

No dia 15 de setembro a Diocese de Campanha/MG inaugurou o Memorial do Servo de Deus Dom Othon Motta. Após a Santa Missa presidida pelo bispo diocesano, Dom Pedro Cunha Cruz, a comunidade cortou a fita de inauguração e descerrou a placa comemorativa. 

O memorial consta de um acervo de objetos pessoais do Servo de Deus, como paramentos, fotos e outros pertences, que contam, por meio da reconstituição fiel de seu quarto, seu escritório e sala de entrada, um pouco de sua história, fazendo memória de sua vida e frutuoso ministério episcopal. Alguém chegou a dizer: “até parece que Dom Othon vai chegar a qualquer momento”.

 Dom Othon Motta nasceu em 12 de maio de 1913, no Rio de Janeiro. Fez seus estudos em seminários do Rio e de São Paulo, completando-os em 1935. Foi ordenado sacerdote em 12 de janeiro de 1936 e escolhido para professar diversas disciplinas no Seminário de São José, no Rio Comprido, onde também foi diretor espiritual.

 Foi agraciado com o título de Cônego e em 24 de maio de 1953 foi sagrado bispo na Arquidiocese de Juiz de Fora/MG. Depois, foi nomeado Bispo auxiliar de Dom Jaime Câmara, no Rio de Janeiro e, em 1959, bispo coadjutor, com direito à sucessão, de Dom Inocêncio, em Campanha/MG. No seu brasão está a frase: In vinculis caritatis – nos vínculos da caridade.

 Em visita à Diocese, pregava o santo temor de Deus, a caridade evangélica e a devoção a Nossa Senhora.

 Aos 72 anos de idade, após muitas provas de resignação e paciência, faleceu piedosamente em 4 de janeiro de 1985 e foi sepultado na cripta da catedral de Campanha. Sua sepultura é bastante visitada e muitas pessoas testemunham graças recebidas, especialmente mulheres que não podiam engravidar ou cuja gravidez era de risco.

A Arquidiocese pede aos fiéis que possuírem fotos ou objetos que pertenceram ao Servo de Deus possam oferecê-los para ajudar na reconstrução de sua história. Um dos objetivos do Memorial é favorecer a contemplação da vida de Dom Othon Motta, bem como incentivar sua devoção, pois seu processo de canonização está em andamento.

  

A Arquidiocese disponibiliza uma conta para aqueles que quiserem ajudar no processo:

Caixa Econômica Federal – Mitra Diocesana de Campanha
Agência: 0102 – Conta Poupança: 2735-5

O Memorial do Servo de Deus Dom Othon Motta fica na rua João Luís Alves, 122, Centro, Campanha/MG.

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!
Tradutor / Translator