Acidente com ônibus mata 18 pessoas
10/06/2016 18:18 em Mundo

Acidente com ônibus na Mogi-Bertioga mata 18 pessoas

 

Dezoito pessoas morreram em um grave acidente envolvendo um ônibus fretado da União Litoral, na noite de quarta-feira (8), no km 84 da Rodovia Paulo Rolim Loureiro, conhecida como Mogi-Bertioga. O veículo, que transportava estudantes da Universidade de Mogi das Cruzes para o Litoral Norte, capotou logo após bater em uma rocha. Conforme apurado pela Reportagem, o ônibus era ocupado por 45 estudantes e o motorista. 

 

Segundo informações do Corpo de Bombeiros, 15 pessoas, incluindo o motorista, morreram no local do acidente. Uma 16ª vítima faleceu no Pronto Socorro de Bertioga, durante a madrugada. Outras duas mortes foram confirmadas nesta manhã. As vítimas, identificadas por Rita de Cássia e Carline Mareca, estavam internadas no Hospital Santo Amaro, em Guarujá. 

 

Ainda no hospital, estão internadas outras quatro pessoas. Uma delas é o estudante Erick Pedralli, de 21 anos. Ele cursa Engenharia Civil e está na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), em estado grave. 

O pai do rapaz, o motorista Edenir Pedralli, contou que chegou a ser avisado que o filho havia morrido, mas, ao chegar ao hospital, em Guarujá, soube que o jovem estava internado. “Foi desesperador. Fui do inferno ao céu depois que soube que meu filho estava vivo. Foi um alívio”. 

 

Erick, assim como as demais vítimas que receberam atendimento médico na unidade, teve politraumatismo. Outras três jovens já identificadas pelo Santo Amaro permanecem hospitalizadas. São elas: Laís de Oliveira, Aline de Jesus e Luziene Batista. 

 

As demais vítimas envolvidas no acidente ainda não foram identificadas. No total, 28 pessoas ficaram feridas e foram encaminhadas para diferentes hospitais da Baixada Santista e de Mogi das Cruzes. Todos os corpos estão sendo encaminhados ao Instituto Médico Legal (IML) de Guarujá. 

Acidente 

 

Por volta de 23 horas, o ônibus, da empresa União do Litoral, prefixo 4900, um dos seis que a Prefeitura de São Sebastião disponibiliza para o transporte de moradores da cidade à universidade de Mogi das Cruzes, perdeu o controle e invadiu a pista contrária. O acidente ocorreu na altura do km 84, da Rodovia Mogi-Bertioga. 

 

Segundo apurou a Reportagem, o ônibus deslizou até cair em uma vala ao lado da pista e bater contra um imenso rochedo. O veículo ficou completamente destruído. Pedaços do coletivo e objetos dos estudantes ficaram espalhados pela pista.

Conforme informações apuradas no local, os estudantes moram em São Sebastião e faziam o trajeto diariamente para Mogi das Cruzes, região metropolitana de São Paulo, nas universidades de Mogi das Cruzes (UMC), Braz Cubas (UBC), e também na ETEC da cidade. Conforme a Prefeitura, os jovens moravam entre os bairros Barra do Sahy e Boraceia.

 Investigação 

 

Em entrevista à rádio CBN, na manhã de hoje, o delegado Fábio Pierry, que conduz as investigações sobre o acidente, informou que, por enquanto, as causas estão sendo apuradas.

 

“O trabalho da polícia agora é de investigação sobre o que teria motivado o acidente. Infelizmente, a pessoa por onde partiríamos a investigação, que é o motorista, também faleceu no acidente. Muitos feridos não sabemos para onde foram. Também há relatos de outros óbitos, mas precisamos ainda cruzar as informações para prestar assistência”, comentou.

 

Ainda conforme o delegado, a área onde ocorreu o acidente é um ponto de alta velocidade, com grande declive. “Será realizada perícia no ônibus, mas será difícil atestar se houve problema na barra de direção do veículo ou algum problema no freio, porque o ônibus está muito danificado. Ele se desintegrou no acidente”. 

Por volta das 7 horas de hoje, a Polícia Militar Rodoviária liberou o local do acidente. O ônibus foi retirado do local e será encaminhado ao pátio de veículos da Piaçaguera. 

Segunda colisão 

 

Enquanto o resgate era feito, houve uma outra colisão no local do capotamento do ônibus. Um caminhão desgovernado bateu em duas viaturas do Corpo de Bombeiros que seguiam para atendimento das vítimas do acidente de ônibus na Rodovia Mogi-Bertioga. Não houve vítimas dessa colisão. A informação foi confirmada pela Polícia Rodoviária Estadual.

 

De acordo com um policial rodoviário, o veículo perdeu o freio e atingiu um carro dos bombeiros. Em seguida, o carro foi empurrado sobre o caminhão da corporação. 

 

“Ele (motorista do caminhão) não conseguiu frear e, quando chegou próximo ao local do acidente, viu as luzes das viaturas e, para não colidir e atropelar os bombeiros e policiais no local, jogou o caminhão em cima de algumas viaturas que estavam paradas. Ele praticamente achatou uma viatura do Corpo de Bombeiros, que ficou prensada no local. Por sorte, não havia nenhum soldado dentro. Por um acaso não morreram profissionais de saúde e da segurança”, completou o delegado  Fábio Pierry. 

Pelo menos 20 viaturas e 67 homens do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar, além de oito ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), atenderam à ocorrência. Grupos de outras cidades também foram acionados para prestar atendimento.

 

Em nota à imprensa, a Secretaria de Segurança Pública informou que a Superintendência da Polícia Técnico-Científica enviou uma força-tarefa ao Instituto Médico Legal de Guarujá, para onde foram levadas as vítimas do acidente. A equipe é composta por três médicos legistas, dois fotógrafos e três assistentes de necropsia de São Paulo. 

 

Ainda segundo a SSP, outros reforços sairão do núcleo de Santos. Médicos legistas do Guarujá que estavam de folga voltarão ao trabalho. A intenção é agilizar o trabalho de identificação das vítimas para amenizar o sofrimento de parentes.


Luto oficial

A Prefeitura de São Sebastião decretou luto oficial pela tragédia. De acordo com a Administração Municipal, serão realizados velórios nos bairros de Juquehy, Barra do Una e Boiçucanga. 


Em função do luto oficial, as aulas foram suspensas nesta quinta (9) e sexta-feira (10) e todos os eventos agendados pelo Município foram igualmente cancelados. Entre elas, a programação integrada à Semana do Meio Ambiente no Complexo Turístico da Rua da Praia, no Centro Histórico da cidade, com o plantio de mudas e palestras, e o Visão Costeira pelo Canal de São Sebastião.

Atrações culturais como a Festa do Migrante, em Vila Sahy, e a Festa Junina Caiçara, em Boiçucanga, ambos na Costa Sul; o Encontro de Maracatu, no São Francisco, na região central da cidade; a apresentação da peça “Um rio de infância para Shakespeare”, do Circuito Cultural Paulista (CPP), no Teatro Municipal e a retreta com a Banda Municipal “Maestro Manoel Ladislau de Mattos”, no pátio da Secretaria de Cultura e Turismo (Sectur), no Centro Histórico, entre outras estão suspensas.

O lançamento do Plano oficial do Processo de Elaboração do Plano Municipal de Cultura de São Sebastião marcado para às 10h de amanhã e a entrega oficial do Centro Comunitário do Morro do Abrigo agendado para o sábado (11) às 11h, serão igualmente reagendados.

A Prefeitura de Caraguatatuba também manifestou o seu mais profundo pesar pelo falecimento dos 17 estudantes universitários sebastianenses e do motorista que conduzia o veículo.  “A todos, dirigimos os nossos mais sinceros pêsames e orações, e estamos solidários aos familiares e amigos atingidos pela tragédia”.

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!
Tradutor / Translator